sábado, 1 de janeiro de 2011

Um pedido de noivado na virada do ano.

O universitário em direito e funcionário concursado da ADEAL de São José da Tapera, Romário Pereira pediu a mão da sua namorada Sheyla Rocha em noivado. Segundo informações, o pedido oficial foi em pleno reveillon, na Barra de São Miguel, onde familiares e amigos de sua noiva estavam comemorando a chegado do novo ano. Ainda segundo informações, o anel de noivado foi escolhido com a ajuda de uma das madrinhas de casamento, Gracinha de Souza.


A história de amor desses dois jovens vem desde um singelo dia onde os dois se conheceram por acaso em frente a casa do Sr. Damião Saturnino, pai da sua futura madrinha de casamento. Na ocasião, o jovem Romário estava conversando com o padrinho, o delegado Mauricio Henrique e demais presentes.
Em seu aniversário, a Sheilinha não pode estar presente, porém, o noivo não se intimidou e fez uma singela homenagem a sua noiva tirando uma foto com o retrato de sua amada.




"Veja bem Gracinha, eu estava em frente a casa do seu pai na véspera da emancipação política de Tapera em 2007, no dia da expocabra com o seu esposo Mauricio e ela (Sheyla) apareceu do nada mais a sua prima Erika e pensou que eu era negro (risos). Fui tomar banho e depois fomos conversar na praça junto com suas prima. A Sheyla ficavam me resenhando de nerd porque eu tinha passado em alguns concursos. Depois fomos a pizzaria comer la ela muito tímida. Ficava olhando, mas eu não notava nada. Quando eu disse que ia raspar minha cabeça por causa do vestibular, ela pegava neles e dizia corte não, alisando. Quando eu estava andando com ela na rua pensava comigo: 'se eu ficasse com uma mulher daquela, eu era um cara de sorte, de muita sorte'. Mas a noite acabou e eu estava sem assunto pra conversa porque era mais tímido que ela. Mas quando iamos para casa, a prima dela ficou com um amigo meu. Quando chegamos lá na casa da Beta deixaram a gente de fora da casa e fexaram a porta. Ai me lasquei sem saber o que fazer. Foi o jeito beijar se não iam me chamar de mole (risos). Fiquei besta com aquela gatinha e me apaixonei ao primeiro beijo. Até hoje, com muitas dificuldades estamos juntos. E hoje estamos noivos. Na hora só tava eu e ela. Foi MUITO interessante. Ela ficou surpresa. Mas, logo a tarde teve a resenha do sapato. Coloquei o sapato em cima da mesa onde todos da família dela estavam presentes, mas ninguém me deu valor, foram para a piscina. Então desisti e deixei para pedir a sua mão na passagem do ano. Confesso que fiquei muito nervoso. A Gracinha, minha madrinha de casamento que armou tudo isso nos mínimos detalhes, exceto o lance do sapato(risos). Sei que estou ao lado de uma mulher maravilhosa e inteligente. Se Deus quiser seremos muito felizes." Diz o noivo, Romário Pereira.

"Eu adoro o Romário. Tenho uma consideração muito grande por ele e o considero amigo. Muitas vezes sentamos e conversamos sobre tudo. A única coisa que não gostava era quando ele implicava com as minhas músicas de Calypso. Só que ele implicou tanto que terminou gostando. No carro dele só toca Calypso quando viaja, igual a mim (risos). Quando passamos o natal de ultima hora aqui em casa, não tinhamos combinado nada, foi apenas dois dias antes do reveillon quando ele veio aqui saber se o Mauricio estava melhor. Conversamos umas duas horas e uma das paltas era o seu noivado com a minha amiga Sheilinha a qual gosto de mais. A Sheilinha é tão meiga, educada, inteligente e linda que a gente gosta dela logo de cara, e de graça (risos). Na verdade o Rómário é um pouco mala, não entendia nada de noivado. Aí lá vai a gente olhar na net os números das lojas do Iguatemi e ligar para saber os preços e modelos disponíveis. O mais interessante foi no dia para comprar o anel de noivado sem a Sheilinha perceber. Na véspera de ano novo, a Sheilinha veio aqui com o Romário na casa da minha sogra visitar o meu esposo Mauricio que estava doente. Depois fomos para o Maceió Shopping comprar o anel de noivado. Só que o Romário e a Sheilinha não saiam do meu pé. Foi então que consegui dar um toque para o Romário e eles sairam. Comprei o anel que vimos na net. Ele é muito parecido com o que o Maurício me deu. Ele é de ouro com pedrinhas de brilhante, lindo! Espero que a Sheilinha tenha gostado. O mais hilário foi na hora de esconder dentro do carro sem a Sheilinha perceber. Foi então que coloquei dentro do Sapato do Romário, espero que pelo menos esteja cheirosos (risos). Quando foi na parte da tarde, lá para as 18:00hrs o Romário me ligou dizendo: " Lora, tô nervoso! O que eu digo pra ela na hora?(risos)". Foi então que eu falei: "eu já escolhi o anel e serei sua madrinha. Agora, falar as palavras que o noivo deve dizer pra noiva, é brincadeira. Se vire! (risos)" Só hoje a Sheilinha ficou sabendo que eu sabia de tudo. Mas, foi tudo lindo! Amo demais esses dois. Se Deus quiser, e ele quer, o Romário e a Sheilinha serão muito felizes. E tanto eu quanto o Maurício estamos aqui torcendo pela felicidade deles, e eles sabem disso." Diz a madrinha, Gracinha de Souza.







Confira fotos abaixo:









by
(-:Gracinha de Souza:-)

2 comentários:

T. disse...

KKKKKKKKKK foi por isso que ele tava fazendo maior segredo quando conversava com vc gracinha!
esses dois são uma resenha,romário é um mala mas a minha prima linda o ama,fazer oq né? auehuaheu
sorte pra vcs dois! /Thauanne

Gracinha Radialista disse...

ksksks Ôh meniina, pense como era uma resenha. Eu sempre perguntava kd a Sheilinha? Ele dizia fale logo lora q ela aparece já!Mas, graças a Deus q deu td certinho!

ksks o Romário éh mala, mas é sangue bom! Tenho certeza q não midirá esforços para faze-la feliz.


(-:Gracinha de Souza:-)